I love Herchcovitch

  Hey. Feliz dia das bruxas! Não poderia deixar hoje passar em branco. Mas não, não vou falar sobre o Halloween nem sobre como fazer doces para o mesmo, por que você já deve ter lido isso em milhares de blogs, sites, revistas...

 Na verdade, não vou falar sobre nada relacionado a isso. Estava eu hoje, rodando no Shopping (Boulevard Brasília), esperando a sessão das 6:00 para assistir Atividade paranormal (Que é ridículo tenho que citar, por que história não há alguma) e fui fazer uma ronda pelo Shopping como uma boa consumista que sou. E não pude resistir em entrar na Chilli Beans, com óculos para todos os lados, um modelo me chamou a atenção.

 Um da linha do Herchcovitch. Com óculos estilo retrô , redondinhos e com um material que se não era parecia muito a madeira. Tive a oportunidade de coloca-los e ficam lindos! Estão na média de R$200,00. Oi? Achou caro? Lembra que é do Herchcovitch.
 E tem uns, estilo aviador. Liindos de morrer. E ainda são diferenciados, tem miçanguinha no aro. Fiquei louca.

 Babe! 



E ai gostou? Tem mais no site da Chilli Beans

Cascada

 Ela não é nenhuma caloura no mundo da música, mas são raras as pessoas que eu conheço que a conhecem. O nome dela é Cascada, e suas músicas falam de amor, sentimento com uma batida super dance.  Descobri a Cascada ano passado, ao acaso.


A garota americana

 Depois de praticamente uma luta para expulsar minha irmã aqui do PC, finalmente consegui sentar a bunda na cadeira e ver as atualizações do Blog. Oh My GOD, 15 seguidores. O que é isso? Muita felicidade, as visitas já estão mantendo uma média por dia e vejo o blog crescendo. Eu agradecendo aqui de novo, só que agora os agradecimentos são em maior escala. De 3 seguidores para 15. Obrigada. 


Eu também quero


 Todos sempre falam muito em um amigo que se tem desde que eram pequenos. Um amigo, que cresceu junto, acompanhou toda a mudança e praticamente virou irmão. Bem, eu não tenho um desse. Nem me lembro direito das minhas amizades. Não tenho uma explicação óbvia para isso, mas acho que meus pais tiveram um papel importante nisso tudo. Claro que não de maneira positiva, nem totalmente negativa. Me prenderam demais, e me fizeram tornar alguém que sempre acha que tem algo a perder em diversas situações. Tenho um verdadeira bloqueio a pessoas espontâneas demais, não sei o que acontece, acho que elas me sufocam.



 Acontece, que amigos sempre passam na minha vida, mas nenhum antigo de verdade ficou. Aliás tem uma, de muito tempo. Não muito tempo, desde a 5ª (Eu aqui, no 1º ano). É estranho, parece que ainda estou fortalecendo minha personalidade e as amizades fazem parte decisiva disso. Parece que estou predestinada a ver amigos passarem na minha como fases. Não quero isso para mim. Imagine, ter um monte de arquivos ambulantes por ai? Cada um com um pouco de você? Nem só por isso. Quero alguém em que eu possa confiar de verdade. Sempre. Alguém entende?

Filmes desse para o ano que vem

  Fiz uma pequena listinha, de alguns filmes de grande percução que serão lançados entre esse e o ano que vem. Grande percução, por que alguns não é o que podemos chamar de O Mais aguardado, mas também não é um filme brasileiro sendo lançado na Brodway durante o lançamento de algum filme do johnny depp. Então, acompanhe ai uma lista querendo ou não baseada nos meus gostos pessoais. E depois me diz qual você asistiria.




Descobrindo seu príncipe num cavalo branco com a Br

  Sim, é a Br. A Bruna do #ddq. Achei seu texto no Blog antigo, não bem perdido por que estava na primeira página. Sempre vou lá, para me dar conta de onde a Br saiu. Ela veio debaixo, demorou meses para se tornar uma Bloggeira reconhecida pelo excepcional trabalho que faz, se você não acha isso tem todo o direito, afinal é questão de gosto. Me identifico com todo seu ego excêntrico. Criei um verdadeiro tipo de adoração aquela garota, pelo simples fato dela ser tão original. Mas bem, deixando tudo isso para trás por que como já devem ter percebido eu me empolgo com certos assuntos.

Imagem que ela usou na postagem original



 O texto dela, abaixo.

Eu voltei

“Eu voltei”, não é uma daquelas frases a que se deve explicar. Por que o significado é na verdade bem óbvio. Voltei.



ATENÇÃO!



DESCULPE O TRANSTORNO


Um trabalho duro a partir de agora será iniciado.  Tudo em prol do bem estar dos meus visitantes, sejam eles diários ou passageiros. Sejam eles presentes ou fantasmas (Que não se fazem presente comentando).
 Todo o tempo em que o Blog ficar desatualizado, será recompensado mais tarde com:

Layout novo
Postagens mais bem escritas
Imagens melhor editadas
Legendas personalizadas
E muitas outras
  
 O Blog está passando por uma configuração necessária. Para alguma sugestão, por favor, mandar e-mail para: calandoaboca@hotmail.com. Sua opinião é importante para o melhor funcionamento do Blog. Espero contar com vocês. Obrigada.


Quando o tempo corre, e as decisões ficam



 Quem nunca acha que o tempo passar rápido demais, ou lento demais? Já se passaram um mês que eu dei inicio ao blog, e para mim foi como se tivesse sido há uma semana atrás. Ou qualquer dia, menos há um mês.
 Eu sempre fico imaginando, o dia de amanhã. Assim, como deve ser quando eu tiver os meus 15 anos, ou 16. E quando eu for adulta. Ás vezes entro em desespero, imaginando: “E se eu não conseguir entrar numa faculdade?” 



 São coisas que tomam a minha cabeça, e que eu reconheço que é atoa. Não preciso me preocupar com isso, por que todos passaram ou passarão. Cansei de ficar adiando meus estudos, e às vezes me pergunto como as pessoas podem colocar a responsabilidade do futuro nas costas de um adolescente. Poxa, eu tenho 14 anos e já tenho tantas coisas com o que me preocupar. Já havia dito num post anterior, sobre o que o sentido da vida representa para mim. Que prefiro a vida em partes que ao todo.
 Acontece, é que nunca imaginei que minha mente se enxeria de tantos pensamentos, ideias, temores, e se transformaria numa grande confusão incontrolável. E o único remédio para tudo, é aproveitar agora a tal da “parte” da vida. Por que hoje é hoje, e amanhã é amanhã. Mas tento nunca me esquecer, de que tenho que viver o hoje para o amanhã também.

 Escolher que caminho trilhar, para mim isso nunca pareceu tão difícil. E pra você?

Lendo, lendo, lendo e se apaixonando


Fazendo Graça



 Estava numa ronda diária pela internet, e comecei a achar umas coisas bem incessantes/legais/estranhas/curiosas que eu decidi vir mostrar para vocês. Tenho certeza que vocês vão gostar nem que seja um pouquinho. 



 Começando por essas bicicletas super “discretas” – Noot – que além de poderem levar seu nome, bem vai ser impossível alguém roubá-la de você e passar despercebido. Que fofa né? Haha’ E ai teria coragem de sair passeando assim na sua rua? Que tal ir ao parque?
 Quem planejou essas “graças” foi o francês Juri Zaech. Vamos bater palmas para ele. Haha’



E pra quem se afunda nos compromissos e nos estudos e perde sempre a hora, uma agenda com um relógio estrategicamente colocado no meio das folhas. Agora não tem desculpa. E não pense que isso é imaginário ou apenas um projeto . Tem para comprar no Connect Design.



 E os sites também não ficam de fora. Eles se apoderam dos flagras do Google Maps, para fazerem sua “felicidade” haha’.




E esses alfabetos nem um pouco inusitados? Mais aqui.
Muito mais no MY PIX .
Beijos, espero que tenham gostado. :) 

Dragões de Éter

 É com muito orgulho, com orgulho mesmo e de verdade, que eu venho falar desse livro. Por que não é um livro qualquer, nenhum livro é um livro qualquer, na verdade é que o autor não é um autor qualquer. Mas dele eu falo mais no final... hum....

E quem me indicou novamente? Thais Cristine. E quem me emprestou o livro novinho e intocado ganho no aniversário para mim ler? loide Sabino. Yeah, elas são foda. :*





Amigas Versus Capitulo III

As horas pareciam se arrastar mais lentamente a cada instante que eu lançava um olhar em direção aos ponteiros do grande relógio pendurado acima da mesa da professora. Dá última vez que eu havia olhado no relógio faltavam apenas dois minutos, mas parecia ter se passado o dia inteiro e o ponteiro nem havia saído do lugar.

Medo de virar gente grande #FAIL


Não sei você, mas tem horas que eu penso: “Uau, estou no 1º ano.” Sei lá, você se sente mais livre e mais racional. Mais ai você pensa, novamente, faltam dois anos para o fim da escola regular. E não é só isso, esse seria o momento para você curtir a vida, mas piora, por que tem a faculdade. Tem o Pas (programa de aprovação seriada) e/ou o vestibular e a sua mãe pensa que a sua vida social é sem importância, que ela não te pertence mais.  Por que a única coisa que você deve fazer, na opinião dela, é enfiar a cara nos livros.



 A vida está passando, e você finalmente percebe o real significado daquela frase que sua mãe sempre repetia para você : ” Aproveita a infância, que ela nunca mais volta.”
 Bate um certo desespero, vontade de voltar aos 13 anos de idade. Eu ein. Fico pensando que uma hora terei que ter filhos, me sustentar, minha mãe não vai mais mandar em mim. E com os meus 14 anos me sinto velha. Haha’

 A mesma vontade que eu tenho de chegar aos 16, não sei por que, tenho de permanecer lá. Quero que tudo congele. Mas sei que não é possível. A única certeza que eu tenho, além da morte, é que eu tenho que aproveitar tudo da maneira mais intensa.
 As minhas memórias mais nítidas são da quinta série, a para mim ela parece estar tão próxima e ao mesmo tempo tão distante que eu fico imaginando o que aconteceu pra tudo passar tão rápido.

Filosofando sobre demagogia escolar

 Essas tardes de novembro parecem se arrastar pesarosamente, mais ainda que as manhãs de escolas agora atormentadas pelo infame horário de verão. Não tive problema algum em superar a escuridão que tomava por inteiro a vastidão acima de mim sem deixar escapar nem um raio de sol. Mas me entreguei completamente ao sono e cansaço depois da “escola”. Esse é aquele bimestre em que você está recuperando alguma nota e para os pendurados a beira do abismo, uma última chance de tentar passar.

Desculpem os termos chulos. :x

 O que irrita o meu intimo profundamente, é saber que eu poderia simplesmente estar em casa desfrutando da poltrona em frente ao vídeo do computador, escrevendo. Ou fazendo planos sobre como gastar minha pequena fortuninha junta com tanto emprenho de quase R$30,00 mais os R$50,00 mensais. Isso sim adicionaria muito mais na minha vida, que passar seis horas pregada na cadeira fazendo um resumo interminável de algo que eu nem sei ao menos do que se trata.
 Demagogia escolar, o quantitativo é levado em conta e não o qualitativo. Eu sei que eu não deveria pensar assim a respeito da escola, mas não me foge da cabeça a ideia de aproveitar a tela branca do Word.
 E para o meu maior tormento é saber que hoje ainda é segunda.

Eu não estou louca, só estou tentando transformar minha vida praticamente vazia e sem grandes emoções em um livro interessante digno de ser chamado de Best-Seller. - Ok, menos. Mas você me entendeu. Estou aplicando expressões e palavras bonitas a minha vida. Ela parece ficar mais bonita assim, não acha?

#Ela nem sempre foi Top - Principios básicos

Para você ficar de bem com você mesma não precisa apelar para o bisturi, ou desembolsar montanhas de dinheiro com cosméticos.  Precisa atiçar sua força interior, sua força de vontade. O cabelo dos sonhos não vai aterrissar na sua cabeça.


 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...